A COVID-19 pode ser vencida

Amados devotos da Senhora do Desterro, alegria e paz!

Já estamos há mais de dois meses lutando contra um adversário invisível, a COVID-19, na qual mais de 20 mil pessoas perderam as suas vidas. Os casos de infectados não param de crescer. E mesmo diante deste cenário desastroso podemos ter uma certeza: a COVID-19 pode ser vencida!

Acreditamos que, para vencer este inimigo invisível, não se faz necessário achar um culpado, nem muito menos, continuar num embate político, em que é possível perceber a disputa desmedida para ver quem manda mais.

Neste momento de crise sanitária, que atinge não somente o Brasil, mas todo o mundo, é preciso ampliar os horizontes, ter um olhar de solidariedade para os menos favorecidos, para aqueles que não têm o mínimo necessário para o combate a este vírus.

Há quem diga que Deus não está preocupado em ouvir o clamor dos que recorrem a Ele neste momento tão difícil da história da humanidade. Escolher pensar desta forma parece-nos um tanto quanto arriscado, pois dizer que Deus está inerte ao sofrimento de seus filhos, seria como que negar a sua misericórdia, que é eterna.

Iniciamos esta reflexão dizendo que a COVID-19 pode ser vencida. De que maneira? Quando nos mantemos firmes na oração, e, quando, mesmo contrariados, respeitamos as normativas das autoridades sanitárias.

Os meios de comunicação, infelizmente, têm aterrorizado as pessoas com informações que são necessárias, porém, que causam pânico pela maneira como são transmitidas. Somos chamados a combater as chamadas Fake News, salvaguardando o que de fato nos previne contra o novo coronavírus, que é mortal.

Sabemos que o vírus tem se alastrado rapidamente. Por isso todo cuidado é pouco! Porém, não podemos nos deixar abater, a ponto do medo nos fazer reféns de nós mesmos. 

Como bem sabemos, estamos diante de uma crise que não tem precedentes, pelo menos nos últimos cem anos. Esta constatação deve nos permitir pensar: “de que maneira temos acolhido de Deus o dom da vida que Ele nos deu?”

Se bem podemos perceber, o vírus da COVID-19 não escolhe classe social. Todos estamos no mesmo barco. E que tempestade estamos vivendo! Mas vamos recordar as palavras do Papa Francisco, por ocasião da bênção extraordinária Urbi et Orbi, na praça de São Pedro, no dia 27 de março de 2020: “Jesus nos interpela e, em meio da nossa tempestade, convida-nos a despertar e ativar a solidariedade e a esperança, capaz de dar solidez, apoio e significado a estas horas em que tudo parece naufragar. Temos uma âncora: na sua cruz fomos salvos. Temos um leme: na sua cruz fomos resgatados. Temos uma esperança: na sua cruz fomos curados e abraçados, para que nada e ninguém nos separe de seu amor redentor”.

É desta certeza, de que nos falou o Papa Francisco, que devemos nos mover. Embora muitos tenham tido as suas vidas ceifadas pela COVID-19, olhemos também para tantos outros que venceram, e continuemos em oração, pelos familiares que perderam os seus, e por tantos outros que ainda se recuperam da doença.

Que o vírus da descrença não nos afaste do amor de Deus. E que o pedido de Jesus: “não se perturbe o vosso coração. Tendes fé em Deus, tende fé em mim também” (Jo 14,1), seja para nós a garantia de que a tempestade vai passar.          

No Espírito de Jesus, Pe. Márcio Felipe.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

brasao-pb

© 2019 Catedral Nossa Senhora do Desterro – Jundiaí – SP
Desenvolvido por LAB Brasil Comunicação