Fiéis católicos louvam o Corpo e Sangue de Jesus Cristo

Nesta quinta-feira, 11 de junho, a Igreja celebrou a Solenidade de Corpus Christi, mas este ano foi tudo bem diferente por conta da pandemia do novo coronavírus. As 66 paróquias da Diocese de Jundiaí prepararam uma programação especial e solidária.

O louvor a Cristo Eucarístico se manifestou pelo compromisso com os necessitados. Não aconteceu a tradicional confecção de tapetes, mas as carreatas com o Santíssimo Sacramento aconteceram, após cada celebração. Durante o percurso, voluntários recolheram doações como alimentos, produtos de higiene e roupas que serão doados para os mais necessitados.

Pela manhã, o Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, presidiu a Missa na Solenidade de Corpus Christi, na Catedral Nossa Senhora do Desterro. Concelebrou o Padre Márcio Felipe de Souza Alves, cura da Catedral.

Pela primeira em mais de 80 dias, fiéis participaram presencialmente da celebração na Igreja matriz, mãe da Diocese de Jundiaí. No total 70 pessoas participaram cumprindo rigorosamente todas as normas e exigências sanitárias, como o uso de máscaras, higienização do local, distância entre os fiéis.

A missa também foi transmitida vias redes socias da Catedral e da Diocese de Jundiaí e foi acompanhada por milhares de fiéis.

Às 15h, Dom Vicente presidiu celebração eucarística na Paróquia Santa Ana, cidade de Santana de Parnaíba, clamando pelo fim da pandemia. Concelebrou o pároco, Padre Marcelo Augusto Santos Garcia. Ao final da celebração, do alto da torre da Igreja centenária, Padre Marcelo abençoou a cidade de Santana de Parnaíba.

Nos 11 municípios, após cada uma das celebrações, o Santíssimo Sacramento foi levado em carreata ao encontro do povo de Deus. Em muitas localidades, os fiéis aguardaram nas calçadas, nos portões de suas casas, que foram enfeitadas com símbolos de fé, como pequenos altares, velas e flores.

Solenidade de Corpus Christi

A Solenidade de “Corpus Christi” é a celebração em que solenemente a Igreja Católica comemora o Santíssimo Sacramento da Eucaristia; sendo o único dia do ano que o Santíssimo Sacramento sai em procissão às nossas ruas. Nesta festa os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo inestimável dom da Eucaristia, na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento e remédio de nossa alma. A Eucaristia é fonte e centro de toda a vida cristã. Nela está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo.

O Corpo e Sangue de Jesus Cristo é celebrado 60 dias após a Festa da Páscoa. A Solenidade é um momento religioso muito forte, onde os fiéis demonstram o respeito e amor para com o Santíssimo Sacramento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

brasao-pb

© 2019 Catedral Nossa Senhora do Desterro – Jundiaí – SP
Desenvolvido por LAB Brasil Comunicação