“EM JESUS, COM MARIA, TER ESPERANÇA É A CERTEZA DE QUE PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL”

Amados devotos da Senhora do Desterro, alegria e paz!

Continuamos a seguir os passos de Jesus, pelo testemunho de Maria, a Senhora do Desterro, que nos ensina a ter esperança em Deus.

Assim está escrito: “Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era chamada estéril, pois para Deus nada é impossível” (Lc 1,36-37).

Foram estas as palavras que Deus, por meio do anjo Gabriel, dirigiu à Virgem Maria: “para Deus nada é impossível” (Lc 1,37).

Quando acreditamos que tudo pode ser transformado pela força da oração, pelo desejo de perseverar, mesmo que humanamente falando, as situações da vida presente não pareçam muito contribuir para acreditarmos que as coisas vão dar certo, somos chamados a olhar para o sim de Maria, que com o seu testemunho, acreditou no Deus do impossível.

            É obvio que a Virgem Maria, diante do pedido de Deus, fica perplexa: “como acontecerá isso, se eu não conheço homem”? (Lc 1,34). Para esta pergunta só poderia existir uma resposta: “para Deus nada é impossível” (Lc 1,37).

            Para fundamentar que Deus pode realizar o impossível na vida dos que n’Ele esperam, o Anjo Gabriel afirma a Maria que a prima dela estava grávida. Mulher estéril; mulher de idade avançada; mulher que não podia gerar vida.

            Isabel tinha todos os pré-requisitos para não acreditar que Deus poderia realizar uma obra em sua vida. A sua história muito contribui para que Maria tão somente confirme com a sua resposta positiva ao pedido de Deus: “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua Palavra” (Lc 1,38).   

            O texto bíblico nos garante que, depois deste encontro feliz de Maria com o Anjo Gabriel, apressadamente ela vai à casa de sua prima Isabel. Lá, a Virgem de Nazaré entoa o Magnificat, bendizendo a Deus por tudo que Ele realizou em seu favor.

            Compreender que Deus quer o melhor para os seus filhos, é o melhor caminho que podemos trilhar, uma vez que não podemos prever o futuro, entretanto, abandonar-se nas mãos d’Aquele que está no controle de tudo é um ato de fé que nos tranquiliza, pois acreditamos que de fato para Ele nada é impossível.

            Tenhamos a mesma Esperança que conduziu o coração de Maria e Isabel a acreditar em Deus. O exemplo destas mulheres contribui para que estejamos disponíveis à vontade de Deus, para que assim o impossível aos nossos olhos aconteça, e, pela fé, esperemos n’Aquele que nos dá o céu: Jesus Cristo!

No Espírito de Jesus,

Pe. Márcio Felipe de Souza Alves

Cura da Catedral N. Sra. do Desterro

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

brasao-pb

© 2019 Catedral Nossa Senhora do Desterro – Jundiaí – SP
Desenvolvido por LAB Brasil Comunicação