Nossa Senhora do Desterro

Nossa Senhora do Desterro é muito venerada na Itália como a “Madonna degli Emigrati”, sendo padroeira daqueles que foram obrigados a deixar sua pátria para se refugiarem ou a fim de procurar trabalho no estrangeiro. Ela tem sido a Mãe Amorosa para todos os que, saudosos de sua terra natal, imploram cheios de fé e de amor o auxílio da Virgem do Desterro a fim de encontrarem compreensão e simpatia na terra adotiva.

Todos os fiéis cristãos que rezarem diariamente e divulgarem esta oração à Nossa Senhora do Desterro, verão a extinção de todos os castigos que houverem contra eles; nem fome, nem peste, nem guerra, nem doenças contagiosas lhes afligirão. Os seus inimigos não terão mãos nem poder de ofendê-los, nem roubá-los. Resistirão às tentações de satanás e dos demônios. Pragas, ratos e formigas lhes serão desterrados das lavouras. Todos os que tiverem confiança nas misericórdias da grande Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, serão felizes nos seus negócios e nas viagens. Não morrerão sem confissão e estarão livres da morte repentina. Aprovada pelo Arcebispo de Braga, Dom José e pelo Arcebispo do Porto ( MG ), Dom Américo, em 08-05-1972.

Este título de Nossa Senhora tem fundamento bíblico. Afirma o evangelista Mateus que, após a partida dos Reis Magos, um anjo do Senhor apareceu em sonhos a São José e disse: “Levanta, toma o menino, a sua Mãe e foge para o Egito; permanece lá até que eu te avise, porque Herodes procura o menino para o matar. Levantando-se de noite, ele tomou o menino e a mãe, e partiu para o Egito”. (Mt 2,13-14).

Oração a Nossa Senhora do Desterro

Virgem do Desterro, boa Mãe do Céu,
que com tanta esperança e paciência
suportastes as angústias e incertezas do vosso exílio no Egito,
volvei sobre nós, pobres filhos de Eva, vossos olhos maternos.
Degredados, neste vale de lágrimas,
em vós confiamos, a vós recorremos,
em vós depositamos toda nossa esperança.
Há tanta angústia em nossos dias;
é tão inquieta a nossa vida e o nosso futuro tão incerto!
Sede para conosco, benévola e compadecida.
Tomai, sob vosso amparo, as nossas famílias;
guardai a inocência das crianças;
protegei os nossos jovens
e aquecei a neve dos corações envelhecidos.
Dai força aos que trabalham,
consolo aos tristes e ânimo aos que as doenças desolaram.
Abençoai a nossa Diocese e esta Paróquia,
socorrei-as sempre, como até agora o fizestes.
E depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, Bendito Fruto do vosso ventre,
ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria.

brasao-pb

© 2019 Catedral Nossa Senhora do Desterro – Jundiaí – SP
Desenvolvido por LAB Brasil Comunicação